Guias Espirituais

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011


Basta evocar este animal para que o nosso espírito se sinta mais leve já que o seu simbolismo lembra a prece cristã: Diz somente uma palavra e serei salvo! Após tantos sonhos em que o golfinho leva o sonhador até à luz, podemos estar cientes de que ele tem sempre uma função salvadora. Invariavelmente, tanto nos sonhos como nos mitos, o golfinho tem sempre o papel de guia e de salvador.
Nos EUA e outros países. os Golfinhos são utilizados em terapias para tratamentos de traumas, depressão!
Só de olhar esse bichinho, nos trás um sentimento maravilho de paz, alegria e amor... essa é a sensação que eu sinto ao olhar, observar um golfinho
E desde a mais remota Antiguidade que o nosso peixe/mamífero desempenha sempre o papel de guia – basta pensarmos como os golfinhos se mantêm durante horas intermináveis à proa dos navios no mar alto, dando a impressão de que estão a abrir caminho.
Raros são os símbolos em que as associações de imagens se apresentam tão constantes e com um sentido tão evidente. Mas enquanto que a raposa, por exemplo, também desempenha a função de animal psicopompo (que serve de guia) – conduzindo as almas até às regiões da morte – a função do golfinho, embora seja também a de condutor, exerce-se em sentido oposto: o golfinho traz o sonhador do limiar do outro mundo até à luz, até à vida.
O papel de guia, de condutor, é atestado por uma associação íntima com os símbolos mais clássicos da dinâmica da “passagem”. Lembremos que o muro (que se ergue como um obstáculo ao progresso do sonhador) e que o espelho (que se interpõe de igual modo) e até mesmo a expressão da transparência que se apresenta sob a forma de um vidro, ou de uma janela, são indícios indiscutíveis do restabelecimento de uma conexão entre o consciente e o inconsciente.
O golfinho mostra muitas vezes que podemos ver o que desejamos e não exclusivamente o que pensamos que temos que impor a nós mesmos; reabilita, pois, o que é natural e incita à confiança nos impulsos instintivos. Aquele ou aquela que é guiado(a) pelo golfinho deve convencer-se da relação benéfica e positiva com o seu lado instintivo.
Os símbolos ligados ao universo do mar apresentam-se, naturalmente, em volta do golfinho: o mar, as algas, a praia e também a gruta marinha. É, aliás, muitas vezes nesta gruta que o sonhador, guiado pelo animal, vai encontrar as imagens da transparência: muros repletos de espelhos, o espelho de Alice, mesa e porta de vidro, etc…


Agora veja este Link Massacre na Dinarmaca

A natureza se revolta com a humanidade pelo seu egoismo, pela sua matança, banhando o mar de sangue

4 comentários:

Kennedy disse...

A cultura antiga acreditava que animais eram como se fossem Deus,eu acredito nisso,pois animais tem um poder desconhecido.
indooo...esses blogs são todos meus
www.dehomemprahomen.blogspot.com
www.caminhodomedo.blogspot.com
www.revolucionariourbano.blogspot.com

Poison-Mandy FPB disse...

Realmente, o golfinho é um animal fascinante. Sempre gostei ler de coisas relacionadas aos animais aquáticos.
Parabéns pelo blog!

http://poisonmandyfpb.blogspot.com/

LADY D. A. disse...

Nunca tinha pensado no golfinho desta maneira...Adorei a música do blog

Alisson disse...

Que lamentável o qeu fazem com os golfinhos (como mostrado no link...) É sempre assim, quando o ser humano cresce vira um animal, e ainda dizem que estamos evoluindo, acho que é o contrário. Nascemos seres humanos e morremos bestas.

A associação que fazemos com os golfinhos é algo que ñ me dava conta tão conscientemente. Embora não acredite nas crenças de divindade de animais sei que os animais são ótimos - e importantíssimos como companheiros. Esse mundo tbm é deles!

O visual de seu blog é massa! ^^

Té mais!
dacordasuapaz.blogspot.com

Postar um comentário