Frustração

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Hoje, eu acordei frustrada, peguei meu violão, toquei um pouco, e comecei  a me imaginar em palco grande, cantando as minhas músicas, meus fãs, meus adoradores, que gostassem realmente das minhas músicas... mas logo eu cair das nuvens, a realidade é outra, hoje não se faz mais rock in roll do jeito que eu acho certo, nada para mim é certo... a musica que eu quero tocar a cada dia some mais, a cada dia as pessoas estão esquecendo...  o meu rock ta morrendo, e que eu posso fazer? Não, eu não posso fazer nada, eu não reverter a situação... as vezes eu penso que nasci na geração errada, eram pro meus pais terem se encontrado nos anos 50 ou 60. Eram pra ter transados  e então eu tivesse nascido, e aproveitado o melhor momento da musica, da musica, do estilo que eu amo... e eu to frustrada, e eu sou frustrada, ou eu sou uma louca que não está contente com nada, com merda alguma.
Meu ex namorado dizia que meus melhores dias eram quando eu tava com TPM
As vezes nem eu mesma consigo ser minha amiga, eu tenho um extraordinário dom de afastar as pessoas boas da minha vida, e uma grande facilidade de manter os cretinos.

Quando acordo, quero voltar pra cama, porque eu sei que vai ser um dia de merda,
Eu to é na verdade é cansada, cansada dessa rotina, dessa vida e de tudo, tudo está me afligindo de uma maneira...  Meus sonhos, meus desejos, tudo que eu quero e nada acontece, nada, absolutamente nada, me sinto perdida em algum lugar que odeio.
E é doloroso não ser capaz de realizar os seus próprios desejos
Fico com raiva de mim, por querer sempre as pessoas por perto, mas eu sou um inferno para a vida delas, sou ciumenta, egoísta.
E esses pensamentos malditos estão  destruindo o meu cérebro, estou ficando louca... uma vaca drogada, como diz o Igor, meu amigo e baixista da minha banda, ele tem intimidade pra me chamar de vaca, vadia e outros lindos adjetivos que ele gosta de referir.
Quando eu era um pouco mais nova, procurava desesperadamente por um envolvimento forte e profundo, que me unisse a alguém, que nunca poderia ser quebrado, mas laços entre pessoas não pode ser atados... porque as coisas sempre vão acabar.
Meu pai já se foi, que ele esteja nos braços da Deusa com seu merecido descanso.
Meu ex namorado é um cretino, mas ainda nos falamos e é ele que tatua minhas tatuagens, temos uma relação estranha... dois filhos da putas que se odeia, mas sempre que rola atração, acaba em uma transa. Ele não pertence  a mim, e nem eu o pertenço.
Mas essa coisa me deixa triste, eu sou uma espécie de ditadora, quero manter as pessoas em meu controle, não quero deixar-las ir... eu sei que eles tem vidas próprias, mas isso me deixa apreensiva demais e muito triste, e muito irritante.
Se tudo continuar indo desse jeito, morrerei na solidão, provavelmente de overdose!

5 comentários:

Rubens Rodrigues disse...

Se você tem talento pra música não deveria pensar em se destruir sem antes desfrutar das coisas boas que sua banda pode trazer. Só uma dica. rs Boa sorte na vida!

Bruno disse...

Se quer fazer a música que gosta, faça! Se quer adoradores é outra história, por nem sempre é fácil ser Narciso. As vezes o desejo é apenas o de reclamar, ele não afirma nada além de uma negação. Saia do lugar de vítima da própria vida! Mude, crie um sentido, seja o que quer. Mas se o sucesso te preocupa, acho q vai acabar permanecendo onde está até dar a sorte de aparecer algo bom. Mas, afinal, qual o sentido do rock?!

www.costabbade.blogspot.com

~Mondschein disse...

Hey. Não estou aqui para te animar, nem fazer propaganda, nem nada do gênero. Simplesmente gostei do seu jeito. Provavelmente só por ser diferente da grande massa que me enoja.
Mas, na realidade tenho uma pergunta sobre uma vida. E não é se você quer mais alguém para sua vida de sexo e rock'n roll. Vi que você defende a causa animal então me sinto obrigada a perguntar, apesar de ter noção da resposta: você é vegetariana?

BrilhosGifs.com disse...

Olá! Parabéns pelo seu Blog!
Já estou lhe seguindo!
Aproveito para divulgar os meus blogs...

Templates e Layouts para blogs, e assuntos diversificados:
http:www.martas-bgfs.com

Gifs para orkut:
http:www.brilhosgifs.com
Grande abraço,
Marta.

Catia Lucia disse...

Menina a sua descrição foi totalmente os meus dias de mini-depressão!Mini porque não é daquelas que tenha sido preciso procurar um psicanalista... as vezes vou ao fundo do poço e volto... tenho que me fazer de psicóloga para eu mesma ou sei lá o que seria de mim... Mas se vc está afim de fazer algo simplesmente vá lá e faça! Tenho que concordar contigo que a música está em completa decadência... e quem me dera ter nascido nos anos 80!Mas é a realidade e temos que nos adaptar a ela ou transformá-la cabe a cada um de nós a escolha... mas eu jamais vou me adaptar a esse novos gêneros "musicais" como funk, por exemplo, que vem impregnado de baixaria... fico por aqui bjos

Aguardo sua visita em www.corpodiscenmte.blogspot.com

Postar um comentário