Imagens eternas

sexta-feira, 31 de agosto de 2012



Já parou para reflertir sobre o poder das fotos em nossas vidas? As imagens tem o poder nos emocionar, indignar, entristecer, alegrar.
E vasculhando dia desses algumas velhas fotos que mantenho da infância, adolescência, na epoca da escola, em parques, em todos 
os lugares que tirei fotos! E uma coisa chamou minha atenção, nas fotos que estou em locais públicos, sempre aparecem pessoas
para figurar os nossos momentos, gente andando, paradas, gente rindo, e até gente triste!
Ja parou para pensar quantas vezes você ja figurou nas fotos das pessoas? E quem momento você estava, se estava triste, alegre,
se estava com o coração partido, sofrendo, angustiado, ou se estava esperançoso? Sim, sua imagem ficou imortalizado na foto
de alguém que tirava, você estava participando de um momento de uma pessoa, pode ser um casamento, comemoração, ou simples
foto tirada. Mas você estava la.
E pensando nisso, ja observou as suas fotos tiradas, quantas pessoas aparecem figurando a sua vida?
Você poderia está feliz, mas enquanto aquela pessoa desconhecida que apareceu em sua foto, poderia está contrastando em sua imagem
enquanto você está estaria alegre, o simbolo da tristeza poderia aparecer na sua foto através desse alguém que apareceu.
Ou você tirou uma simples foto qualquer, em um momento triste, mas alguém no fundo pode ter aparecido contente, alegre.
Isso quer dizer, que as pessoas vão e vem em nossas vidas, algumas marcam, outros nem tanto. Mas tem aqueles que passam
em nossas vidas de maneira percebida, sem nos conhecer, sem nos olhar, sem nos falar, mas ficam eternizados em um momento,
esse é o poder da foto, das boas fotos, de mostrar também que em alguns momentos, não estavamos tão sozinhos.


2 comentários:

Criança Lúdica disse...

Somos todos: protagonistas, personagens secundários, figurantes; dependente do palco sobre o qual atuamos. Até então, você deveria ser uma figurante de meu teatro. Farei de você algo maior, suas reflexões são valiosas. Acompanharei sua página, continue assim.

Swallowed Words. disse...

Sempre me flagro refletindo sobre isso. Bom saber que não sou a única. :3

Postar um comentário